Dicas para comprar o computador certo para editar suas fotografias

Todo mundo que fotografa com câmeras digitais acaba levando suas imagens em algum momento para um computador e aí vem aquela decepção. Cores alteradas, imagens que não abrem e até computadores travando são problemas recorrentes tanto de amadores quanto profissionais.

Sofri muito com isso desde o tempo em que a única maneira de colocar uma imagem para dentro do computador era usando um dos primeiros escâneres (ou scanners?) digitalizadores. Ainda me lembro da versão 3 do CorelDraw e de uma das primeiras versões do Photoshop, mas como éramos simples e ignorantes usávamos mesmo o ainda “shareware” PaintShop.

Configuração básica de um PC do tipo Desktop com monitor, gabinete do PC, teclado e mouse sem fio

 



 

Como não estou aqui para ficar demonstrando meu caráter “Jurásico” vamos falar um pouco dos detalhes que é preciso observar para comprar um computador que possa ser usado na edição de imagens fotográficas e que não nos deixe arrependidos da compra.

 

  • Em Notebooks:

Se você pretende usar o Photoshop ou editar imagens em RAW é melhor que o equipamento escolhido tenha o melhor processador que você puder pagar e no mínimo 8GB de memória RAM (mínimo mesmo), além de um HD interno razoável (1 Terabyte) se você pretende manter as imagens por lá mesmo (Eu manteria uma cópia em um HD externo).

Modelo de notebook com tela IPS

Placas de vídeo potentes não são de grande necessidade para a fotografia digital mas podem ser um problema para quem também edita vídeos portanto pense nisso antes de comprar.

Atualmente no Brasil o mercado de laptops está cheio de equipamentos que parecem de ponta mas que apresentam um ou outro componente de baixa qualidade, caso das placas WIFI com baixa recepção ou sem a frequência de 5GHz, ou telas de baixa qualidade, sem padrão IPS, o que é pior ainda para a fotografia pois nunca podem ser calibradas e tem em alguns casos péssima visibilidade.



 

Se eu tivesse que escolher entre um notebook com processador antigo e pouca memória mas com tela boa e um outro do tipo topo de linha com tela duvidosa sem dúvida eu daria preferência ao primeiro pois sempre dá para colocar um pouco mais de memória RAM, atualizar o HD e esperar um pouco por um processamento mais lento, tenha paciência.

Agora se você já fez essa besteira perca um pouco da mobilidade que o notebook te dá e use um monitor externo do tipo IPS acoplado. Na prática o computador portátil vira um PC de mesa…

 

  • Em Desktops:

Pois é, nem vou falar muito de desktops pois anda meio difícil encontrá-los pelo mercado. Suas vendas caíram tanto que poucos fabricantes e lojas os oferecem. Atualmente você pode encontrar equipamentos mais caros que parecem verdadeiros “transformers” voltados exclusivamente para os Gamers bem como versões “All-in-One” que são pequenos gabinetes acoplados ou embutidos em telas relativamente grandes mas nem sempre de boa qualidade.

 



 

O formato de desktop “All-in-One” foi inaugurado pela Apple com seu modelo iMac mas ao ser copiado pelo mundo dos PCs que rodam Windows ou Linux acabou-se oferecendo equipamentos bonitos mas com processadores ultrapassados, pouca expansibilidade e telas grandes mas com pouco brilho, má reprodução de cor e ângulo de visibilidade. Cuidado, mesmo que o PC fique lindo sobre a sua mesa não fique muito encantado apenas com a beleza do produto.

Modelo de computador PC “All-in-one”

 

  • Telas IPS:

Este tipo de tela é usado atualmente em equipamentos que precisam da melhor qualidade de imagem, reprodução de cor e ângulo de visão. Todos os computadores da Apple que usam a a tela do tipo “Retina Display” usam esse tipo de tecnologia.

Ao comprar um computador com tela integrada, um monitor externo ou até mesmo um smartphone confira se o equipamento tem esse tipo de tecnologia. Quem pretende utilizar um calibrador de cores externo também só vai conseguir resultados consistentes em um monitor desse tipo.

 

Monitores externos do tipo IPS

 

É comum encontrar alguma marca ou adesivo do tipo “IPS Led” na parte frontal dos gabinetes de monitores externos então use isso como um indicativo para sua escolha. Mesmo assim procure alguma análise do monitor pela internet antes de comprar, já deixei de comprar muita coisa depois de achar uma análise negativa.

Um teste básico que você pode fazer se estiver vendo uma demonstração da tela em uma loja, coisa meio rara hoje em dia, é se afastar um pouco para os lados e ver se você ainda consegue ver a imagem na tela com a mesma qualidade de quando estava bem de frente. Se a imagem ficar apagada esqueça, não é um bom monitor para fotografia.



 

 

  • Macs

Computadores e Notebooks da Apple são caros (pelo menos no Brasil), tem hardware pouco expansível ou atualizável, utilizam um sistema operacional próprio e o povo adora falar mal, mas… vem com a melhor tela do mundo, tem alguns programas que são feitos exclusivamente para ele, a maior parte dos softwares de fotografia são lançados para o Mac OS em primeiro lugar e até mesmo um iMac com tela integrada lançado em 2011 roda bem a última versão do Photoshop.

Se você tiver dinheiro para comprar um Mac prefira os modelos superiores pois correm menos risco de ficarem obsoletos rapidamente. Digo isso porque algumas versões dos computadores da Apple em 2015 e 2016 não permitiam atualizar o Hardware (RAM e HD) facilmente então informe-se bem antes. Como a reação do público não foi das melhores existem rumores de que os novos equipamentos a serem lançados em 2017 serão mais modulares. Veremos…

Linha de computadores da Apple

 

Essas dicas podem até parecer simples e pouco técnicas mas não é preciso muito mais do que isso para que possamos comprar um computador que permita que nossas fotografias sejam melhor apresentadas e manipuladas.

E tem outra coisa, não se esqueça de que o Custo Brasil encarece muito qualquer equipamento importado ou até mesmo fabricado por aqui então se você achar que comprou gato por lebre não fique irritado, é besteira, só você vai ter o AVC.

Passe o computador para alguém que possa fazer bom uso dele e procure de novo!