Como fotografar uma cidade: São Paulo

Nada melhor do que começar uma nova série de artigos comemorando o aniversário de São Paulo. A cidade é um alvo perfeito para “street photographers” do mundo todo mas pode ser um problema para quem está muito acostumado com seu cotidiano afinal acabamos perdendo aquele olhar de estrangeiro que permite que vejamos coisas que estão além do lugar comum.

E o que podemos fazer para fotografar São Paulo além do óbvio:

 

  • Pense que o “skyline” da cidade é bonito: nada de ficar pensando que São Paulo é cinza e por ser cinza é suja. Também nada de ficar pensando que a cidade é toda colorida só por quê “Graffitis” extremamente elaborados se confundem com outros de gosto duvidoso além das pichações que cobrem os edifícios como se fossem uma espécie de “padrão” ininteligível. Olhe para o céu de São Paulo e olhe para a arquitetura multifacetada da cidade procurando por um espaço entre os prédios que revele ordem, harmonia e todos aqueles componentes que nos levam á ideia de beleza, o contrário do que o senso comum imagina da cidade de São Paulo.

 

Espigão da Paulista visto à partir da Zona Oeste de São Paulo

 

Vista da Ponte Estaiada ao entardecer na Zona Sul de São Paulo

 

  • Olhe para as pessoas: em São Paulo encontramos todo o tipo de gente e isso não é um lugar comum. A cidade é cosmopolita na acepção da palavra, ou seja, apesar de muitos bairros se configurarem quase que como “guetos” nacionais, raciais ou culturais mesmo neles há uma mistura e uma aceitação do diferente inexistente em outras cidades do mundo. No Brasil todo mundo vira “samba”. Procure por esses personagens com respeito e bom senso, fotografe e divulgue apenas aquelas pessoas que você tiver autorização (é bom pedir por escrito para não ter problemas depois), que estejam em eventos públicos ou então fotografe de modo a que essas pessoas não possam ser reconhecidas.

 

Cover de Elvis Presley fazendo show na calçada da Av. Paulista no domingo

 

Turistas comprando bijuterias em feira popular na Avenida Paulista

 

  • Olhe para os fenômenos meteorológicos na cidade: todo mundo sabe que em São Paulo podemos enfrentar as quatro estações do ano em um único dia. E tem mais, as vezes não nos damos conta que as tempestades que caem na cidade seriam entendidas em outros países como verdadeiras catástrofes. Já por aqui caem árvores, coberturas ficam destelhados, bairros inteiros ficam alagados e ficamos horas ou até dias sem energia e no final o Paulistano agradece a Deus por viver numa terra sem furacões, tornados ou terremotos. Bem, faça o seguinte, aproveite o tempo e fotografe os fenômenos meteorológicos e seus resultados. Você pode até ganhar algum prêmio de fotografia…

 

Entardecer após chuva na Zona Sul de São Paulo

 

Relâmpago sobre Zona Norte de São Paulo

 

  • Fotografe eventos: muitos eventos nacionais e internacionais acontecem numa cidade do tamanho de São Paulo. Festas, comemorações e o carnaval de rua são eventos públicos que pedem para ser fotografados com um olhar especial. Shows e eventos fechados podem ter regras especiais proibindo a fotografia de quem não estiver autorizado então informe-se antes para não sofrer nenhum constrangimento. Eu mesmo já fui impedido de fotografar a própria exposição da qual eu fazia parte então agora não deixo por menos e peço para ser cadastrado como repórter fotográfico.

 

Miss São Paulo 2016 – último desfile da Miss 2015 e entrega da coroa

 

Trio Elétrico no Carnaval de rua de São Paulo

 

  • Fotografe detalhes: tem coisas em São Paulo que só percebemos quando olhamos detalhadamente. Numa cidade tão movimentada é preciso que paremos um pouco e detenhamos nosso olhar em coisas que não se mostram à primeira vista. Eu sei que é meio difícil ficar parado numa avenida movimentada ou mesmo numa plataforma de metrô lotada mas as vezes um hidrante antigo, daqueles de ferro pintados de vermelho, ou um cartaz do tipo Lambe-lambe  podem esconder uma informação visual surpreendente.

 

Passarinho pousado sobre antenas em topo de prédio em São Paulo

 

 

Graffiti em empena cega de edifício visto do minhocão, no centro de São Paulo

 

São Paulo é uma cidade surpreendente. Se você nasceu e cresceu aqui use suas memórias emotivas para retratar o seu próprio cotidiano. Já se você é um turista de primeira viagem aproveite para colocar em cheque a imagem da cidade que você trouxe com aquela que você encontrou.

E se você ficar surpreendido e gostar do que encontrou volte sempre!