Fazendo macrofotografia com seu smartphone

Em dias chuvosos, daqueles em que não queremos sair de casa, é possível fazer algumas brincadeiras com seu smartphone no conforto do seu lar. Uma delas é tentar fotografar objetos do nosso cotidianos bem de perto no que é conhecido como Macrofotografia.

Muitos não sabem mas as câmeras de smartphone são ideais para este tipo de fotografia. Alguns aparelhos apresentam o modo de macro e é possível também instalar apps de câmera com esse recurso nos celulares que não tem essa modalidade de captura de imagem.

Uma outra possibilidade é a do uso de lentes auxiliares acopladas ao smartphone. Existe uma miríade de modelos de lentes fabricados na China que podem ser encontrados na internet e mesmo no mercado informal.

Alguns fabricantes produzem seus próprios acessórios caso da Samsung Lens Cover, capa do Galaxy S7 da própria marca e que vem com duas lentes auxiliares (grande angular e telefoto).

Vamos ver alguns passos para melhor fazer a sua Macrofotografia em casa:

  • Conhecer seu smartphone: procure no aplicativo da câmera o modo macro, geralmente sinalizado por um ícone no formato de uma pequena flor estilizada. Faça um teste nesse modo com algum objeto bem próximo apenas para confirmar se o smartphone consegue focalizar com precisão. Caso não consiga vá afastando aos poucos a lente do objeto para ver à que distância a câmera começa a focalizar a imagem direito.

 

Tela da camera do iPhone 7 apresentando os controles básicos

 

  • Procure os detalhes e objetos a serem fotografados: passeie pela sua casa com um novo olhar, percebendo melhor os detalhes no móveis, texturas, pequenos objetos, tecidos, roupas e plantas. Insetos e flores em vasos também são ótimos objetos para a macrofotografia. Pense em conseguir captar na foto aquilo que você nunca tinha percebido antes em seu cotidiano.

 

Detalhe de prendedores de roupa comuns. Observe que o foco está centralizado na mola em primeiro plano

 

  • Fotografe com muita luz: Como na macrofotografia aproximamos muito a câmera do objeto a ser fotografado é comum que acabemos jogando nossa própria sombra por cima da cena. Smartphones normalmente não tem muita sensibilidade à luz então o ideal é que você movimente a câmera procurando não jogar sombras sobre o objeto ou então use uma fonte de luz, como um abajour, para iluminar a cena de outro angulo. Em alguns modelos é possível tentar utilizar o flash mas na maioria dos casos a imagem pode ficar superexposta (muito clara).

 

Foto bem iluminada de pequena flor sobre detalhe de mesa de ferro, notem como mesmo assim a imagem fica um pouco escura – Foto obtida com Samsung Gran Duos de 8Mpx – Ricardo Hage, 2014

 

  • Faça muitos testes: só a sua experiência vai demonstrar que tipo de foto é possível tirar com o seu smartphone portanto fotografe bastante e abuse nos casos em que o objeto a ser fotografado seja inanimado. Já com os insetos só mesmo a prática pode garantir que você consiga um resultado aceitável pois alguns se movem muito rápido. Ah, e não se exponha à toa, cuidado com aranhas e pernilongos! use o bom senso.

 

Duas fotos obtidas com Galaxy S7 testando a distância mínima de foco entre objeto e lente. A foto da esquerda conseguiu melhor nitidez.

 

  • Trate a imagem em um aplicativo móvel ou mesmo no Photoshop: hoje em dia mesmo os fotógrafos profissionais não esperam que suas imagens saiam prontas e acabadas direto da câmera para o cliente portanto utilize os recursos que os softwares nos dão. No caso dos smartphones já falamos sobre alguns aplicativos aqui mas é bom recordar que o Instagram tem filtros que melhoram em muito a qualidade de uma foto. Já o Photoshop é mais para os fotógrafos avançados pois é necessário um certo conhecimento do programa para sua utilização. No entanto o uso desse software pode deixar mesmo as imagens mais simples com uma qualidade obtida apenas por câmeras mais sofisticadas.

 

Detalhes de cubos de açúcar embalados em papel florido em imagem tratada no Photoshop para adicionar textura e cor – iPhone 3GS, Ricardo Hage, 2010

 

O termo Macrofotografia é muito amplo. Segundo a Wikipedia “o campo da macrofotografia está delimitado pela captura de imagens em escala natural ou aumentada em até cerca de dez vezes seu tamanho natural (entre 1:1 e 10:1 de ampliação), mas uma definição precisa está cada vez mais difícil, uma vez que as muitas câmeras digitais usam sensores diminutos. Por outro lado, muitas fotos são obtidas à distância, com o uso de teleobjetivas para captura da imagem, e nem por isso a foto capturada deixa de ser uma macrofotografia.”.

Então relaxe a aproveite a distância focal mínima que o seu smartphone possa alcançar para conseguir fotos surpreendentes de coisas que você nem imaginava que estavam por ali tão perto.