A câmera Leica M8 ainda vale a pena?

A primeira câmera digital que a Leica lançou em sua famosa Série M está completando 10 anos de idade.

Após sua introdução a empresa já lançou muitas outras câmeras digitais, tanto nessa série quanto em outros formatos, mas muitos ainda lembram da Leica M8 com muito carinho.

 

Câmera Leica M8

 

Para saber se ainda vale a pena fotografar com a “velha” Leica M8 nos dias de hoje o fotógrafo sueco Mattias Burling resolveu fazer um vídeo mostrando as particularidades da câmera e os resultados que consegue com ela atualmente.



É bom lembrar que a Leica M8 é uma câmera do tipo “rangefinder”, que usa um sistema de Telêmero para auxiliar o foco como nas câmeras mais antigas de filme. O sensor, considerado até hoje como sendo um dos que melhores reproduzem cores, tem 10 Megapixels de resolução sendo do tipo CCD no formato APS-H (27 x 18 mm) e era fabricado pela Kodak. As lentes são intercambiáveis e fazem parte do Sistema M.

 

Still do vídeo com fotografia obtida com a Leica M8

 

O vídeo produzido por Burling é envolvente apesar de simples. Notei que é um dos poucos vídeos onde uma câmera é exibida com calma, detalhando suas funções de maneira quase poética.



Outra coisa interessante é que provavelmente esse vídeo tenha uma das melhores explicações sobre focalização de imagem com o sistema de Telêmero que já vi. Fiquei até com inveja.

 

Comparação entre imagem colorida e monocromática obtida com a Leica M8

 

O vídeo também contem muitas imagens do dia a dia captadas pelo fotógrafo, com aquele ar particular que só um inverno Europeu e uma câmera Leica podem dar…

Obs.: O vídeo está em inglês, mas como sempre indicamos você pode ativar as legendas automáticas em Português, elas podem ser de muita ajuda para quem não domina essa língua. Note porém que alguns termos técnicos não são bem traduzidos.