Criando uma panorâmica com fotos de smartphone no Photoshop

Estava eu voltando para casa quando, para minha surpresa, fomos pegos no meio do trânsito causado pelo início de um jogo importante entre os times do São Paulo e do Santos.

Com o carro andando apenas aos “soquinhos” no meio do trânsito da Av. Dr. Arnaldo, comecei a perceber uma multidão desvelada por entre os ônibus que andavam pela faixa exclusiva.



Eram os torcedores que saiam da estação Clínicas do Metrô, andando apressadamente pela calçada do Cemitério do Araçá para chegar o mais rápido possível ao Estádio do Pacaembú.

 

Detalhe da panorâmica criada com 10 imagens deferentes

 

Fiquei pensando na confusão que aquilo causava para os velórios e enterros que aconteciam ali constantemente.

Resolvi aproveitar cada brecha que os ônibus me davam, ao passarem livremente pela faixa exclusiva, para fotografar a multidão. Como andávamos lentamente, fui capturando com meu smartphone trechos de calçada onde alguns personagens se repetiam.



Ao chegarmos próximos à entrada da estação do metrô percebi que a calçada havia se transformado também em um mercado de ambulantes, vendendo desde camisas dos times até capinhas de celular. Que bagunça…

Chegando em casa lembrei da função de alinhamento automático de imagens no Photoshop, e resolvi criar uma panorâmica com minhas fotos.

 

Detalhe da tela do Photoshop, com as imagens ainda no alinhamento manual

 

Na realidade, tinha material para criar umas 3 ou 4 imagens panorâmicas, mas escolhi só aquelas que mostravam as proximidades do “mercado” da Estação Clínicas do metrô.

Tive que fazer o grosso do alinhamento manualmente, deixando para o Photoshop apenas a equalização das cores e preenchimento automático dos vãos. Não fiz nenhuma questão de criar uma imagens perfeita, mas alguns detalhes repetidos me incomodavam e os apaguei num retoque rápido. É preciso lembrar que as fotos foram obtidas por detrás de um Insulfilm, então tive que reequilibrar e aclarar a imagem também.

 

Acima, panorâmica sem a edição de cores e detalhes, cujo resultado já pode ser visto na segunda imagem

 

Depois de todo esse trabalho resolvi que aquilo era uma imagem para ser vista em Preto e Branco. Escolhi um filtro que simula o filme Kodak Tri-X e apliquei.



O resultado ficou “interessante”, como alguns críticos diriam mas eu achei bonito e até mesmo engraçado. Está cheio de “erros” e personagens repetidos, é quase um “Onde está Wally”!

Da próxima vez que você estiver fotografando uma situação parecida, pense nessa possibilidade criativa também.

Deixe uma resposta