Criando um retrato com uma Lua gigante ao fundo

Já faz um certo tempo que eu não encontrava um daqueles fotógrafos que criavam imagens fantásticas apenas com equipamento fotográfico.

Talvez isso seja resultado do fato de que o Photoshop produziu uma geração inteira de “fotógrafos de computador”, aquele tipo que capta a imagem de qualquer maneira para depois transforma-la em algo que valha a pena.



De certa maneira me sinto meio encaixado nessa categoria e foi por isso que um vídeo de Eric Paré me chamou a atenção.

 

Still do vídeo de Eric Paré

 

Paré é Franco-Canandense e se coloca mais como um artista visual do que um fotógrafo. Recentemente ele viajou para o deserto e produziu um conjunto de fotos mostrando uma modelo sentada “ao lado” de uma Lua cheia gigantesca. E o impressionante é que o tamanho da Lua nas fotos não foi criado no Photoshop.

Para isso o artista usou uma lente de 1120 mm para capturar a imagem da modelo de muito longe, compactando os planos da figura humana e da Lua.



Para chegar a essa distância focal, utilizou uma câmera Canon 5D Mark IV acoplada a uma lente Canon 400mm f/5.6, montada em um extensor 2x (Mark II), que por sua vez foi montado em um extensor de 1.4x. Esse empilhamento todo deu à configuração resultante uma distância focal de 1120mm! Que trabalho…

Segundo o artista, “Descobri que o trabalho era muito mais fácil do que o esperado. Durante a sessão de fotos, percebi que conseguia reduzir a abertura da lente para f/64 com os extensores. Isso me deu uma imagem muito suja, de baixa qualidade, mas surpreendente pelo fato de que a lua e Kim (a modelo) estavam bastante focados”.

 

O dedo do fotógrafo dá a dimensão da distância da modelo até a câmera

 

A foto foi apenas “limpa” no Photoshop, para tirar as manchas de poeira na lente e no sensor que foram focalizadas pela montagem óptica inusitada.

Para entender melhor esse trabalho vale a pena ver o vídeo de 3:30 minutos que Eric Paré criou para explicar esse trabalho.



Eu, particularmente, acho que usaria uma Nikon P900 com sua lente de 2000 mm (equivalente), mas o sensor é pequeno e a câmera não grava imagens em RAW. Será que isso faz tanta diferença assim?

Que tal, por que não experimentar essa técnica também…

Obs.: O vídeo está em inglês, mas como sempre indicamos você pode ativar as legendas automáticas em Português, elas podem ser de muita ajuda para quem não domina essa língua. Note porém que alguns termos técnicos não são bem traduzidos.