Como entrar no negócio de Fotografia de Casamentos

Um casamento é sempre um evento para se recordar, a não ser que você esteja sendo forçado a casar!!! É por isso que, todos os anos e mesmo na crise, levas e mais levas de fotógrafos resolvem investir nessa área.

Sempre há trabalho para Fotógrafos de Casamento, mas porquê tão poucos se estabelecem de verdade no mercado?



Como sempre digo, O Brasil é um caso à parte, e o que funciona no exterior as vezes não funciona por aqui, mas dei de cara com um vídeo muito simpático da fotógrafa Joy Michelle mostrando como ela estabeleceu seu negócio fotográfico e resolvi compartilhar.

 

 

Resumidamente, as dicas de Joy são as seguintes:

1. Divulgue seu trabalho mesmo que não ainda não esteja pronto:

Segundo a fotógrafa, não fique esperando que seu trabalho esteja impecável para começar a divulgar. Ela utiliza uma frase de Mark Zuckerberg, que diz que “uma coisa feita é melhor do que uma coisa perfeita” (Done is better than perfect). O que ela quer dizer é que quanto mais cedo as pessoas souberem o que você está fazendo, melhor. E se a sua fotografia melhorar com o tempo (o que é esperado, né?), as pessoas que te acompanham vão perceber.



2. Utilizar as mídias sociais:

Se é para divulgar, nada melhor do que as “famosas” mídias sociais. E ela tem razão, hoje em dia existem muitas mídias além do Facebook e Twitter, mas tome cuidado. Ela fala para escolher duas ou três e se concentrar nelas.

3. Fotografe com estilo:

Em inglês o termo “Styled Shoots” se refere àquelas fotos de casamento com poses, temas e formatos pré-estabelecidos que todo mundo gosta. Como exemplo podemos lembrar de poses com a Noiva segurando o bouquet, olhando para cima com olhar perdido e um pôr do sol ao fundo. Procure por imagens no Google com a frase “Styled Shoots” para ter uma idéia do que a fotógrafa está falando.

4. Trabalhe com um segundo fotógrafo:

Um casamento é um evento muito dinâmico e um único fotógrafo pode perder aquela cena inesquecível, sem contar que muita coisa pode acontecer com o fotógrafo principal. Leve sempre uma assistente bem orientado, que possa fotografar próximo a seu estilo, ou mesmo um outro profissional em parceria. É a garantia de que o evento será bem coberto.



5. Peça e compartilhe comentários sobre seu trabalho:

Sabe aquele “review” que muitos sites de vendas e serviços publicam indicando se o consumidor gostou do porduto? Peça a seus amigos e clientes pequenos comentários e publique, não tenha vergonha.

6. Estabeleça uma marca bem definida:

Tenha certeza que sua marca, seu site e sua presença sejam claros e marcantes. Segundo a fotógrafa é muito importante contratar um profissional para definir esses elementos e ter certeza que seu cliente vai sentir coerência em seu trabalho.



 

O video de Joy Michelle tem apenas 6:00 minutos, é bem despretensioso é tem muito mais informação do que eu resumi aqui, então por quê você não dá uma olhada. Visite também o site oficial da fotógrafa, clique aqui.

Quem sabe o seu negócio de Fotografia de Casamentos não toma outro rumo?

 

Obs.: O vídeo está em inglês mas como sempre indicamos você pode ativar as legendas automáticas em Português, elas podem ser de muita ajuda para quem não domina essa língua. Note porém que alguns termos técnicos não são bem traduzidos.