Google Clips: Uma câmera para fotografar seu dia a dia

Que tal uma câmera inteligente que tira fotos do cotidiano para você automaticamente?

É isso que à recém anunciada câmera Google Clips faz. Ao invés de você ter que se retirar dos momentos especiais de que faz parte, para fotografar ou filmar vídeos, a nova câmera irá capturar esses momentos sozinha, para que você possa estar neles também.

Segundo o Google, a Clips captura continuamente um campo de visão de 130 graus na velocidade de 15 quadros por segundo, com abertura f/2.4. Cada momento de movimento capturado pela câmera dura vários segundos e é chamado de “clipe”. É possível navegar pelas imagens desse clipe utilizando um aplicativo, que por enquanto parece ter sido disponibilizado apenas para os smartphones da linha Pixel, do Google.



Não há gravação de áudio e cada clipe pode ser salvo como uma foto em movimento (como se fosse um GIF animado), ou então é possível selecionar um quadro isolado do clipe e salvar como uma uma foto. Segundo o Google a imagem estática tem alta resolução e é aprimorada automaticamente.

Já segundo o site Petapixel.com, como a funcionalidade da câmera está centrada em seu software talvez os “Clips” possam ser produzidos de maneira mais inteligente e sofisticada ao longo do tempo, através de novas atualizações gratuitas.

 

Still do vídeo de análise da Google Clips no canal The Verge

 

Quanto à forma, o Google Clips é minimalista. Na parte da frente da câmera existe apenas um botão, dedicado à capturar fotos manualmente. O formato do equipamento é pequeno e foi foi projetado para ser afixado em  “quase qualquer coisa”, segundo o Google, ou ser configurado para documentar o cotidiano remotamente.

A inteligência artificial por trás do software do Clips faz com que a câmera tenha funções de “aprendizagem facial”. Quanto mais ela vê uma pessoa, mais ela aprende a capturar clipes sobre esse indivíduo, além de também reconhecer animais de estimação, como cães e gatos.



A câmera Google Clips tem também outra característica inteligente que é a “detecção de oclusão da lente”. O sistema alerta através do seu smartphone conectado se a câmera está com a lente bloqueada por alguma coisa.

Depois que os clipes são capturados o aplicativo complementar escolhe os melhores momentos automaticamente, para que você possa encontrar rapidamente aquelas imagens que valem mais a pena serem mantidas.

 

Still do vídeo de análise da Google Clips no canal The Verge

 

Ainda segundo o Petapixel.com, “… é impressionante o fato de que toda a aprendizagem da máquina e a extração de dados se dêem na própria Clips – nenhuma informação deixa o seu dispositivo até que você decida compartilhá-lo, e nenhuma conexão com a Internet é necessária para usar a câmera. O Google diz que a tecnologia que conseguiu embutir nesse pequeno dispositivo exigiria um “supercomputador” se fosse utilizada apenas alguns anos atrás”.

E para terminar, o Google Clips conta com 16 Gigabytes de armazenamento interno, armazenamento ilimitado através do Google Fotos e bateria com duração de 3 horas de duração em gravação contínua. O preço da câmera será de $249,00 dólares na Google Store, mas não foi ainda divulgada data do início das vendas internacionais, que é o que nós interessa.

Eu já ví alguns projetos desse tipo serem lançados ao longo do tempo mas nenhum vingou definitivamente. Não sei se o problema era a solução tecnológica ou a falta de interesse por esse tipo de câmera “xereta”. Eu, particularmente, acho que o Google Clips pode ser interessante para quem tem crianças pequenas e não sabe, durante os passeios, do que toma mais conta: das crianças ou da câmera!

 

Fotografia obtida com a nova câmera Google Clips

 

Talvez os fotógrafos voltados para a fotografia urbana (Street Photography, para os íntimos) tenham alguma utilização para o equipamento, mas é preciso ver qual é a qualidade final dos fotogramas estáticos.



No caso dos baladeiros que tem que ficar tomando conta do smartphone em situações complexas, como no caso de uma bebedeira, o Google Clips pode ser uma mão na roda (ou uma prova judicial!). De qualquer maneira é preciso ainda ver qual é o alcance dinâmico da nova câmera e sua performance em situações de pouca luz.

Veja o “clipe” de divulgação que o Google postou no youtube e tire suas próprias conclusões. Como um bom xereta, eu gostei, hehehe!

 

Veja também a análise que o canal do site The Verge fez da Google Clips.

Obs.: O vídeo está em inglês mas como sempre indicamos você pode ativar as legendas automáticas em Português, elas podem ser de muita ajuda para quem não domina essa língua. Note porém que alguns termos técnicos não são bem traduzidos.