Canon inventa tecnologia de câmera virtual

Uma coisa que é lugar comum no mundo dos esportes é a presença de fotógrafos com câmeras da Canon. Basta olhar um jogo de futebol para ver a presença maciça de teleobjetivas na cor branca, tonalidade típica dessa marca.

A Canon sabe disso e resolveu demonstrar sua nova tecnologia de câmera virtual exatamente com um jogo de futebol. A tecnologia, que se chama “Free Viewpoint Video System”, cria uma experiência imersiva que dá ao usuário a sensação de que ele está realmente no lugar filmado.

 

Canon Free Viewpoint Video System: parece um video game mas é real

 

Com a nova tecnologia podemos ver a ação de um jogo de futebol praticamente de qualquer ponto de vista no espaço tridimensional. Podemos ir ao nível do solo para assistir o jogo como se fôssemos um dos jogadores, ou então podemos flutuar acima deles como pássaros, passando de um plano ao outro sem interrupção na imagem.



Segundo o site Petapixel.com, o sistema funciona com uma série de câmeras de alta resolução montadas em vários lugares ao redor do estádio ou espaço em que ocorre a ação. Cada câmera é conectada a uma rede e controlada por software. A partir daí os pontos de vista de vídeo são alimentados em um mecanismo de processamento de imagem, que transforma essa informação em dados em 3D de alta resolução.

 

via GIPHY

 

Segundo a empresa, “Além de fornecer uma nova maneira de desfrutar eventos esportivos, a Canon planeja explorar as potenciais aplicações para este sistema, como o treinamento de equipes de atletas.”

Eu digo mais, talvez seja um passo maior nas possibilidades do ensino à distância, pois seria possível transmitir uma aula presencial com muito mais interatividade para alunos em outros ambientes.



Ainda segundo o Petapixel.com, a Canon basicamente descobriu como gravar um evento e transformar a ação no equivalente a um replay de vídeo game. Diz também que esse tipo de sistema seria ainda mais imersivo se fosse visto através de um daqueles óculos de realidade virtual (como o da Samsung), o que é provável que a empresa esteja desenvolvendo também.

Eu não gosto muito dessas coisas “tipo 3D”… fico todo enjoado! Mas se você é fã dessa forma de ver o mundo é bom ficar antenado pois não me espantaria se, em breve, os jogos sejam disponibilizados dessa maneira.