Foto da semana: balão caindo em Pinheiros

Uma tarde de sábado ensolarada e seca na cidade de São Paulo pode fazer com que qualquer foco de fogo cause uma tragédia em questão de minutos, isso todo mundo sabe.

Mas quando testemunhei um balão de ar quente caindo por sobre o bairro de Pinheiros tive como único reflexo buscar rapidamente por uma câmera para registrar a possível fonte de um desastre.

O balão descia suavemente carregando uma bandeira preta com dizeres que eu não conseguia identificar. Ao fundo um entardecer amarelado mostrava a região do Morumbi com a Ponte Estaiada sobre o Rio Pinheiros.



Quando consegui apontar a objetiva para a cena a bandeira já não estava mais no lugar. Talvez tivesse se soltado e caído, não sei. Consegui poucas fotos antes que o balão mergulhasse dentro do bloco compacto de edifícios que compõem aquela região.

Não encontrei nenhuma notícia sobre o balão o que me faz pensar que sua queda não teve grandes consequências, mas é sempre assustador ver um exemplo assim, ainda mais quando ele ocorre bem no meio da rota que os aviões usam para se aproximar do Aeroporto de Congonhas.

 

Uma das imagens obtidas do balão caindo sobre a o bairro de Pinheiros, em São Paulo – Ricardo Hage, 2017

 

Enfim, para exorcizar meus temores, levei algumas fotos para o computador e as finalizei no Photoshop.

Procurei tornar as imagens mais nítidas e contrastadas, usando recortes para reconstruir a composição e chamar a atenção do olhar do observador para o balão e o inusitado do local onde ele estava caindo.

Esse é mais um exemplo de como situações de stress podem gerar imagens interessantes…

 

Ficha técnica:

  • Câmera: Fujifilm X-T1
  • Objetiva: Fujifilm XF 55-200mm f/3.5-4.8 R LM OIS
  • Velocidade de disparo: 1/250s;
  • Abertura: f/11.0;
  • Sensibilidade: ISO 500
  • Distância focal: 200mm (35mm eq. a 300mm)