Um site que revela como uma foto foi editada

Você já se perguntou como aquela foto maravilhosa que está bombando na rede foi feita? A maioria das fotografias que vemos hoje em dia passou por algum editor de imagem e muitas vezes ficamos com vontade de saber quais foram as operações que o fotógrafo teve que fazer para chegar naquela imagem perfeita.

Eu mesmo as vezes dou uma olhada na informação EXIF que acompanha algumas fotos mas só consigo descobrir os dados registrados pela câmera e não os ajustes feitos por software. Para resolver esse problema o desenvolvedor russo Piotr Chmolowski criou um site que revela como uma foto foi editada no Adobe Lightroom, conhecido organizador e editor de imagens (se você não conhece leia meu post sobre esse software aqui)

Segundo o site Petapixel o processo funciona da seguinte maneira. Como já disse antes arquivos JPEG contêm não apenas os dados da imagem mas também informação em forma de texto incorporada como dados EXIF. A menos que essas informações sejam removidas do arquivo muitas imagens JPEG contêm dados tais como hora em que a fotografia foi obtida, as configurações da câmera para aquela foto, o modelo de câmera e lente utilizadas e até mesmo informações de direitos autorais que podem ser adicionadas pelo fotógrafo.

Interface do site Pixel Peeper com imagem editada e dados extraídos

 

O que muita gente não sabe é que o Lightroom incorpora informações sobre todas as edições feitas em uma imagem a menos que você escolha “Remover todos os metadados” ao exportar um JPEG. Esse processo utiliza um formato semelhante ao padrão EXIF chamado XMP.

Esta informação está lá no arquivo esperando para ser lida e é aí que o site Pixel Peeper desenvolvido por Chmolowski entra em cena. O aplicativo criado por ele pega uma imagem e extrai as configurações que foram usadas para edição no Lightroom em conjunto com os dados EXIF.

Tudo o que você precisa fazer é arrastar e soltar o JPEG dentro do site e ele mostrará todos os dados que podem ser encontrados. O site usa JavaScript no próprio navegador então a resposta é muito rápida sem necessitar que seja feito o upload da imagem, o que é uma garantia de segurança para fotógrafos que tem medo que suas fotos sejam capturadas.

O site Petapixel nota que o Facebook e o Instagram retiram todos esses dados quando as imagens são carregadas por isso o site Pixel Peeper não funcionará com essas fotografias.

O site também possui um recurso oculto: você pode adicionar “.lrtemplate” ao URL de qualquer imagem carregada para obter as edições feitas como uma predefinição do Lightroom, ou seja, você pode não só saber como uma imagem foi editada mas utilizar esse “preset” para automatizar a edição de suas próprias imagens.

Eu particularmente achei muito interessante o Pixel Peeper pois sou muito curioso e sempre procurei saber quais as câmeras, lentes e configurações utilizadas por outros fotógrafos para aprender mais e conseguir fotografar melhor.

Pense nisso como uma forma de aprender e não simplesmente uma forma de copiar o trabalho de um outro fotógrafo mais capaz. Assim você só tem a ganhar!