Fotografias em vídeo: indo para Serra Negra

Neste segundo vídeo da série em que documento uma viagem rápida à cidade de Serra Negra no interior de São Paulo registro a parte inicial do caminho passando pelas cidades de Jaguariúna, Pedreira e Amparo.

Este vídeo é diferente do primeiro pois seu foco não é retratar apenas a paisagem urbana mas sim o campo e a topografia em sua relação com o entorno da estrada e das cidades. Outro diferencial é o de que todas as fotos que compõem o vídeo foram obtidas de dentro do automóvel em movimento e com as janelas fechadas e “insulfilmadas”, linguagem e técnica que tenho desenvolvido durante anos e que discuti anteriormente em artigo aqui no blog.

 

 

É interessante notar também que as imagens foram obtidas ao longo da manhã cuja luminosidade mudou a percepção que tive da paisagem em relação as imagens obtidas já em Serra Negra no início da tarde. Também devo lembrar que apesar de ainda estar mais descansado pois era o início da viagem estava bastante inseguro sobre o que iria encontrar e não tinha certeza se obteria imagens que valessem a pena organizar como série. Talvez seja por isso que não considero as fotografias deste trecho as melhores deste trabalho.

Outro dado importante: soube apenas durante a parada na cidade de Pedreira que aquele não era nosso destino final, o grupo resolveu ir também a Serra Negra. Isso aumentou muito meu nível de ansiedade o que me obrigou a partir daí a fotografar mais intensamente e com mais sentido numa espécie de “terapia” para superar aquele nível de stress. Discuti um pouco disso em um artigo aqui no blog em que falo sobre meu processo criativo.

Apenas lembrando o que disse sobre esse trabalho em meu post do primeiro vídeo, obtive milhares de fotos durante essa viagem e resolvi que a melhor maneira de exibi-las seria montar uma espécie de slide show em vídeo através do meu canal do Youtube. Selecionei 30 imagens no máximo de cada trecho da viagem e sintetizei minhas impressões em pequenos vídeos de cerca de 3:00 minutos.

O subtítulo “A Janela e o Olhar” faz referência a minha poética pessoal e a necessidade que tenho de desvelar o mundo distante através das barreiras que nos protegem desse mesmo mundo como as janelas dos edifícios ou dos automóveis em movimento.

Em breve publicarei o terceiro e último vídeo da série que retrata a paisagem de volta por uma outra estrada e por outras cidades.

Vejam o vídeo e me acompanhem pelo trajeto entre Jaguariúna e as proximidades de Serra Negra.