Kodak volta a fabricar filme Ektachrome

Você ainda se lembra dos filmes usados em câmeras fotográficas antigas? Atualmente o mercado internacional está sofrendo um boom de procura por filmes fotográficos para o uso recreacional e até mesmo profissional. A Kodak resolveu então ressuscitar seu famoso filme Ektachrome.

Esse filme para slides foi desenvolvido nos anos de 1940 e se distinguia pelas cores e pela possibilidade de tirar fotos a velocidades de obturador de 1/10.000 de segundo dependendo da iluminação e abertura da lente.

Resultado de fotografia com Kodak Ektachrome 64X expirado

 

De certa maneira o mercado dos filmes “analógicos” está acompanhando fenômenos como o “revival” do mercado de LPs, os discos de vinil, que cresce a taxas de 25% ao ano no mundo todo.

 

Caixa de Ektachrome dos anos 1970

 

Segundo o press release da Kodak  “As vendas de filmes fotográficos profissionais têm aumentado nos últimos anos, sendo que profissionais e entusiastas estão redescobrindo o controle artístico oferecido pelos processos manuais e a satisfação criativa de um produto final físico. A reintrodução de um dos filmes mais emblemáticos já criados é apoiada pela crescente popularidade da fotografia analógica e um ressurgimento do ato de fotografar. O aumento da popularidade da fotografia analógica criou a demanda tanto de filmes antigos quanto da criação de novos produtos nesse campo.”

Além da Kodak vários produtores estão relançando filmes convencionais no mercado como a Ilford, além da Fujifilm que sempre os manteve em catálogo.

 

Várias marcas de filme analógico do passado

 

Tire da gaveta sua câmera analógica e aguarde o final de 2017 quando o Ektachrome estará novamente no mercado e não se esqueça antes de procurar por um laboratório que possa fazer a revelação. Não é toda a cidade que tem um laboratório revelando filmes hoje em dia.