Smartphones com câmera do passado: Nokia 808 Pureview com 41 Megapixels

Nokia 808 Pureview não é tão antigo assim mas é um espanto com seu sensor de 41 Megapixels. Pois é, lançado em 2012 ainda hoje nenhum outro celular chegou perto dessa resolução de imagem mas como o aparelho usava o sistema Symbian da própria Nokia acabou ficando obsoleto antes mesmo de ser lançado. A Nokia desistiu do Symbian logo depois e deixou os proprietários do 808 Pureview a ver navios.

Versões com capa colorida do Nokia 808 Pureview

 

Atualmente quem ainda teima em usar o smartphone apenas como smartphone tem dificuldades em se conectar com a internet pois a Nokia tinha um sistema proprietário de validação de DNS cujo servidor foi desligado. Outro problema é o da atualização de softwares que não são mais atualizados para Symbian fazendo com que os proprietários tenham que utilizar “hacks” para poder instalar aplicativos de terceiros.

Agora, como câmera, a situação é outra. Até hoje o Nokia Pureview 808 é considerado pela DXO um dos smartphones com a melhor qualidade de imagem. Nos fóruns de fotografia móvel da DPreview também é comum que esse tipo de opinião seja publicada pelos usuários.

Nokia 808 Pureview com interface do sistema Symbian Belle

 

Para entender o por quê disso vejamos as especificações do aparelho e da câmera:

Hardware

  • Sistema operacional (OS): Nokia Belle OS
  • Processador 1 (CPU): 1300 MHz, ARM 11
  • Processador Gráfico (GPU): Broadcom BCM2763
  • Cartão de Memória microSD: até 32 GB
  • Armazenamento Interno: 16 GB, 1 GB ROM, 512 MB RAM
  • Tela: 4 polegadas Touchscreen do tipo AMOLED 360×640 e 184 PPI

Câmera

  • 41 MP (38 MP efetivos), f/2.4, lentes Carl Zeiss, autofoco, Flash Xenon flash
  • Sensor de 1/1.2″, Filtro ND, GPS, detetor de face
  • Video HD 1080p a 30fps, Zoom digital 4x lossless
  • Câmera frontal VGA, video VGA a 30fps

 

Um detalhe interessante é que o hardware do smartphone permite que o sensor de 41 Mpx seja utilizado para fazer uma espécie de “oversampling” ou seja, ele tira uma foto no máximo de resolução e compacta os pixels de modo a conseguir uma imagem de 16 ou 8 Mpx com alta qualidade e definição. É o que a Nokia chamava de tecnologia Pureview, daí o nome do aparelho.

Como sou um feliz proprietário de um Nokia 808 também sou testemunha dessa tecnologia. Apesar do resultado da compressão Pureview ficar muito bom eu particularmente sempre preferi utilizar a câmera na resolução total pois assim podia fotografar sem pensar muito na composição para poder depois recortar a imagem no Photoshop e ainda conseguir um arquivo de qualidade.

Imagem editada de foto do Ed. Itália obtida dentro de um automóvel em movimento sobre o Minhocão no centro de São Paulo – Ricardo Hage, 2016

 

Fotografia original do Ed. Itália em 38Mpx – Ricardo Hage, 2016

 

Alguns usuários reclamavam que os tons de azul obtidos pelo Nokia 808 eram muito acentuados mas eu nunca achei que isso fosse um problema. As tonalidades de azul podem ser observadas nas imagens abaixo, bem como o nível de detalhamento que o recorte da foto de 41Mpx pode chegar a ter.

 

Vista da orla da Praia de Pitangueiras, Guarujá – Ricardo Hage, 2012

 

Detalhe ampliado do barco no centro da foto anterior mostra as possibilidades do recorte em 41Mpx

 

A fotografia de pessoas e a reprodução do tom de pele tende a ser de melhor qualidade quando utilizamos o sistema Pureview para reduzir a imagem para 8Mpx. Aliás, os arquivos em Jpg diminuem sensivelmente de tamanho, de 10 a 15Mb em 41Mpx vão para cerca de 1Mb em 8Mpx. Veja um exemplo abaixo:

 

Imagem em resolução de 8Mpx no sistema Pureview – Ricardo Hage 2012

 

Fotos noturnas sem o uso de flash não são o forte do Nokia 808. Utilizando a compressão Pureview pode-se no entanto conseguir imagens interessantes utilizando-se a idéia de defeito como efeito.

 

Demonstração de Pole Dancing com iluminação especial e compressão Pureview – Ricardo Hage, 2012

A Nokia ainda lançou um celular com sensor de 41Mpx, o Nokia 1020 Pureview que era um Windows Phone. Essa aposta também não foi para a frente já que logo depois a empresa vendeu sua linha para a Microsoft e saiu do mercado.

Hoje em dia os fabricantes de smartphones estão preferindo equipar seus produtos com sensores com menor resolução e maior sensibilidade. Através de pesquisas identificaram que a maior necessidade dos usuários é a de captar imagens em festas e baladas com pouca iluminação, sendo que imagens tremidas e sem definição causam uma má avaliação de seus produtos pelo consumidor. Sendo assim ainda vai demorar para vermos algum smartphone que possa concorrer com a resolução que o Nokia 808 Pureview oferece.