Prepare-se para fotografar o Natal

Todo ano é a mesma coisa e sou sempre eu que tiro as fotos do Natal. O problema é que se você ficar atento só na fotografia você perde a festa. E aí?

Ao longo do tempo fui desenvolvendo alguns hábitos para fotografar o Natal sem perder a chegada do Papai Noel ou comer o Peru frio (quando sobra) então resolvi partilhar essas dicas com vocês. Vamos lá:

  • Prepare o equipamento com antecedência: mesmo que você vá usar apenas o celular tenha certeza que você sabe usar a câmera e que a bateria esteja carregada. Na dúvida leve para a festa um carregador ou uma bateria extra além de memórias adicionais. Para quem vai fotografar o primeiro Natal do filho ou uma festa particularmente especial eu indico levar outro equipamento reserva, nem que seja outro smartphone. Essa é uma dica besta mas todo profissional sabe que a imagem que passou, passou… Então não corra o risco de perder aquela imagem memorável porque sua câmera quebrou.

 

  • Fotografe a preparação da festa: pois é, todo mundo esquece que para ter festa é preciso que alguém faça compras, cozinhe e prepare a casa. Tanto mulheres quanto homens quando estão envolvidos nesses afazeres esquecem de registrar o momento e depois todo aquele trabalho fica parecendo que surgiu do nada. Compras em shoppings ou lojas de rua são ótimos motivos para quem se interessa por “Street Photography”. Atualmente você pode captar tanto a ansiedade na busca do presente perfeito quanto a frustração por não poder comprar esse mesmo presente. Essa é a vantagem fotográfica de crises econômicas como a nossa, permitir que nosso olhar vá além do estabelecido e capte a realidade por trás do Natal.
Mercado Municipal de São Paulo na véspera de Natal – 2016, Manolo Vilches

 

  • Estude o ambiente que vai ser fotografado: se você sabe como é o ambiente onde vai se dar a festa pense em como melhorar o uso da luz e o espaço a seu favor. Sabe aquela luminária sofisticada cheia de cristais e reflexos bonitos? Pode ser um problema se você não posicionar bem as pessoas ou a sua câmera na hora da fotografia. Lembre-se, fotografia é luz refletida então use a iluminação do ambiente a seu favor, posicione as pessoas de maneira a que elas fiquem melhor iluminadas. Basta olhar com cuidado para a tela do celular ou o visor da câmera e você saberá intuitivamente se a imagem está bem iluminada.

 

  • Reserve alguns minutos apenas para ficar fotografando: escolha um canto da festa que esteja bem iluminado e arrumado para chamar as pessoas para poses em pequenos grupos, assim você não só tem certeza que fotografou todo mundo como também tem mais tempo para socializar e comer em paz. As vezes uns 10 ou 15 minutos são suficientes para registrar todos os convidados em fotos “oficiais”, do tipo que se coloca no Facebook para registrar o Natal. Mesmo para quem tem veleidades fotográficas mais artísticas isso é importante pois a sua avô talvez esteja mais interessada na foto de seus netos posando do que aquela obra prima premiada onde seu tio está todo inchado, sufocando com a alergia àquele camarão tão bonito. Ah, e em preto e branco, é claro!

 

  • Use uma teleobjetiva para captar momentos de introspecção: as pessoas tendem a procurar o seu próprio “melhor ângulo” quando veem que estão sendo fotografadas mas isso na maior parte das vezes não produz as melhores fotos. Usar uma câmera compacta ou reflex equipada com uma lente com zoom facilita muito a captura desses momentos. À luz do dia, no almoço de Natal por exemplo, é mais fácil usar o zoom pois essas lentes tendem a ser mais “escuras”, captam menos luz portanto as imagens podem ficar borradas em ambientes com pouca iluminação. Prefira usar a teleobjetiva sob a luz do dia em ambientes abertos. Se você é mais profissional tanto em equipamento quanto em técnica use uma tele mesmo à noite, principalmente durante a entrega de presentes e após a ceia que é quando as pessoas estão mais relaxadas. Você pode acabar criando lindas e comoventes memórias do Natal.
Detalhe de Árvore de Natal – 2014, Ricardo Hage

 

  • Socialize as fotos depois do Natal: As pessoas podem até se esquecer de pedir mas no fundo elas querem ter uma recordação das festas pelas quais passaram então no mínimo use o Facebook ou o WhatsApp para distribuir suas imagens. Se você tem amigos ou familiares que detestam ter sua vida colocada em evidência (como eu) então use algum sistema mais privativo como o Dropbox, o Google Drive, o OneDrive ou o Photos no iPhone. Para quem usa celular basta instalar o aplicativo, criar uma conta e configurar o upload automático. Cada aplicativo a seu modo oferece alguma forma de compartilhamento de imagens então basta dar uma estudada em como funciona. Eu geralmente uso o Dropbox que permite que você copie um link para o WhatsApp e distribua em seus grupos. O link leva para uma página do tipo foto álbum onde seus convidados podem ver e fazer o download das imagens. O One Drive também é interessante pois cria automaticamente um álbum enviado por email que você pode reenviar para seus amigos facilmente.

 

Seja lá como for lembre-se que o espírito de Natal anda cada vez mais esquecido então não custa você ajudar a dar uma força a essa tradição tão importante criando memórias fotográficas bonitas e especiais.

Feliz Natal a todos!