Os 25 lugares-comuns da fotografia

Segundo o dicionário clichê é uma expressão idiomática que de tão utilizada, se torna previsível. Pois é, a fotografia também tem seus clichês e o canal DigitalRev publicou há muito tempo um video chamado “25 Foto Clichés que você deve parar de fazer”.

O video, produzido em 2014, é muito engraçado além de fazer muito sentido e já foi visto quase 900 mil vezes.

Se você ainda não viu vale a pena ver. Para ajudar vou elencar na mesma ordem numérica quais seriam esses lugares-comuns da fotografia.

 

  • Fazer Selfies
  • Fotografar círculos de Bokeh (desfoque)
  • Assinar sobre suas imagens
  • Usar filtros para envelhecer suas fotos
  • Adicionar texto em suas fotos
  • Fotografar o pôr-do-sol
  • Colocar marca d’água em suas fotos
  • Colocar bordas nas fotos
  • Escrever seu nome com Light Painting (desenhar na foto com luz)
  • Retirar cores da imagem
  • Fotografar nu artístico em preto e branco
  • Fotografar quedas d’água com efeito desfocado
  • Criar panoramas de paisagens
  • Fotografar nuvens
  • Criar brilho falso de sol na lente
  • Criar HDR (imagens com High Dynamic Range artificial)
  • Fazer fotos em Preto e Branco que deveriam estar coloridas
  • Criar explosão de zoom ou seja mudar o zoom rapidamente enquanto fotografa
  • Enquadrar a foto com ângulos estranhos
  • Fotografar como um turista
  • Fotografar mendigos e homeless
  • Fazer selfies do tipo “Veja, eu sou um fotógrafo!”
  • Fazer fotografias comerciais genéricas para venda como stockphoto
  • Fotografar ilusões de ótica
  • Fotografar carrinhos e carroças, o objeto mais fotografado na China!

Eu faço tudo isso descaradamente, menos fotografar carroças e Riquixás (meio de transporte de tração humana em que uma pessoa puxa uma carroça de duas rodas onde acomodam-se mais uma ou duas pessoas muito usado na China, viu…)

Divirta-se

Obs.: Como sempre indicamos o video está em inglês mas você pode ativar as legendas automáticas em Português, elas podem ser de muita ajuda para quem não domina essa língua. Note porém que alguns termos técnicos não são bem traduzidos.