Conheça a nova Olympus OM-D E-M1 II

A Olympus acaba de confirmar a disponibilidade e preço da segunda versão da sua câmera digital mais avançada, a OM-D E-M1 II.

O equipamento conta com grandes avanços em relação a câmera anterior lançada em 2013. Vejamos as novidades:

  • Disparos sequenciais em 18 quadros por segundo
  • Sensor Micro Four Thirds LiveMOS de 20.4 megapixels e processador deTruePic VIII
  • Modo de captura PRO que capta até 14 quadros para escolha da melhor cena
  • Dual FAST AF que possibilita o foco automático com 121 pontos de detecção de fase
  • Visor de alta magnificação e alta velocidade
  • Alta velocidade de resposta do disparador
  • Construção à prova d’água
  • Disparador com vida útil de 200.000 acionamentos
  • Capacidade para dois cartões de memória ao mesmo tempo
  • Bateria com 37% a mais de capacidade que a anterior (440 disparos)
  • Carregador 50% mais rápido que o anterior
  • Sensibilidade normal até ISO 6400 com baixo ruído
  • Sensibilidade mínima de ISO 64
  • Modo de alta resolução de 50 megapixels usando o sistema de estabilização
  • Estabilização de imagem com 5 eixos embutida no corpo da câmera
  • Video em 4k
  • Estabilização de imagem combinada com estabilização eletrônica para videos
  • Conexão HDMI para gravação e monitoramento de video
  • Modo silencioso reduzindo a zero todos os ruídos da câmera, incluindo o disparador
  • Modo de bracketing de foco, além dos outros modos tradicionais
  • Modo de composição permitindo a checagem ao vivo da imagem pelo LCD
  • Modo especifico para fotografia de arquitetura corrigindo distorções trapezoidais
  • Captura à distância utilizando o software Olympus Capture

Mas a maior novidade da Olympus é o preço da câmera: $2000,00 apenas o corpo no mercado Americano.

A versão de 2013 foi lançada por $1400,00 e fica difícil justificar esse aumento quando algumas câmeras FULL FRAME, caso da Pentax K1, são encontradas por $1700,00.

De qualquer maneira as câmeras da Olympus são objetos do desejo. Digo por experiência própria que a qualidade de imagem, mesmo com um sensor menor, é impressionante.

Como a Olympus não tem representação no Brasil suas câmeras são um sonho distante para nós, até mesmo porque em caso de problemas é difícil achar uma assistência técnica para a marca por aqui.